Image

INSS pode manter benefício para demitidos por até três anos

Todo cidadão filiado ao INSS que contribua mensalmente para o instituto é coberto pelo seguro social, o que lhe garante o direito a benefícios como auxílio-doença, pensão por morte, salário-maternidade, auxilio-acidente.Mas quem deixou de contribuir para a Previdência Social por estar desempregado ainda pode continuar sendo segurado por até três anos, mantendo a chamada 'qualidade de segurado'.Isso porque, pela legislação previdenciária, todo contribuinte do instituto tem direito há uma prorrogação da seguridade, o que é denominado 'período de graça', por 12 meses após a última contribuição.Para quem ficou desempregado de forma involuntária, esse direito é estendido por mais 12 meses, totalizando 24 (dois anos). A vantagem, no entanto, não existe quando a pessoa pede demissão ou é desligada por justa causa.O Demitido precisa provar desemprego e estar dentro das condições do INSS para ser contemplado com até três anos de benefício. No site do INSS, é possível consultar condições e prazos específicos para duração do período de graça.

Categoria: Trabalhistas